OS CUIDADOS COM AS FESTAS DE FIM DE ANO!

 

Com a proximidade das festas de fim de ano alguns cuidados são necessários para com seu companheiro de estimação. O que para você é motivo de comemoração, pode ser um vilão para seu pet, como, por exemplo: decorações, ceias e fogos de artifício.

 

  • Decorações

Os gatos adoram Coisas luminosas e que balancem. Uma linda árvore de natal com muitos enfeites e luzes significa diversão, o que pode ser perigoso. Alguns cuidados podem evitar que o felino se machuque. O primeiro passo é escolher uma base forte e sólida para segurar a árvore, depois cercá-la, para que o bichano não se aproxime. Prefira enfeites de plásticos, em vez de vidro, e evite os mais delicados e sedutores.

Para quem tem cães, funciona bem montar a árvore em cima de móveis, por exemplo.

 

  • Ceias

Muitos tutores acabam partilhando alimentos das ceias com seus pets. Isso prejudica a saúde e pode causar intoxicações sérias nos animais de estimação.

No lugar de comida caseira, ofereça alimentos específicos. Os petiscos e snacks próprios para cães e gatos podem ser oferecidos como agrado ou recompensa, inclusive em momentos de festa, quando os pets ficam olhando implorando por um agrado.

 

  • Fogos de artifício

A queima de fogos de artifício pode deixar cães e gatos agitados, com medo e até estressados. Procure não os deixar sozinhos e caso seu pet tenha o comportamento agressivo evite pegá-lo no colo.

 

  • Vai viajar com o pet?

Primeiro planeje sua viagem e faça um roteiro que consiga incluir o seu pet. Depois, pense em qual tipo de transporte irá usar. Caso utilize um automóvel, cães devem usar cintos de segurança e os gatinhos precisam ser transportados em caixas apropriadas.

Planeje paradas a cada duas ou três horas e tenha bastante água. Leve também, a ração que seu pet está acostumado a comer, a carteirinha de vacinação e os remédios que ele costuma tomar. Ah, e antes de viajar, lembre-se de procurar uma clínica veterinária de referência no seu destino. Assim não será pego de surpresa no caso de alguma emergência.

Caso o seu pet não viaje com você, algumas dicas devem ser seguidas:

  • Primeiro estude opções de hospedagem próprias para cães e gatos;
  • Chame um amigo ou familiar para cuidar do seu pet na sua ausência. Importante que, seja alguém de confiança e que seu animal de estimação se sinta confortável com a pessoa;
  • Confira se todas as portas e janelas, mesmo as que possuem grades e telas, estejam bem fechadas;
  • Deixe brinquedos que ajudem a distrair o animal, para manter seu pet ocupado;
  • Se puder, deixe uma camiseta ou algo que tenha seu cheiro. Isso faz com que seu pet não se sinta tão sozinho.

 

(11) 2605-9736
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin